4 formas do seu restaurante se destacar

Trabalhar com uma eficiente gestão de restaurantes faz com que a sua equipe deva estar plenamente alinhada com os pilares institucionais da organização e, também, com o perfil do seu consumidor — assim como a Pif Paf tem feito ao longo das suas cinco décadas de história.

Principalmente, porque o momento é de fidelizar os seus consumidores, sabia? Afinal de contas, quase 35% dos brasileiros já comem, com frequência, fora do lar.

Por isso, convidamos você a seguir com esta leitura e descobrir algumas dicas pontuais para que o seu restaurante — e a sua gestão — possam se destacar no seu ramo de atuação. Boa leitura!

​​​​​​​1. Capacite a sua equipe

Bom começar a sua gestão a partir do alinhamento entre os seus objetivos, o perfil do seu público-alvo e os conhecimentos dos seus colaboradores.

Para tanto, identifique as carências e qualidades, dos seus colaboradores, colocando-os em constante desenvolvimento por meio de cursos e treinamentos. Ao capacitá-los, você estabelece um patamar em constante evolução de sua equipe.

E isso se observa, com o tempo, nas melhorias contínuas no atendimento ao consumidor, no preparo de alimentos e na organização cotidiana do espaço de trabalho — questões valiosas para agregar valor ao seu restaurante e melhorar a percepção de marca do mercado.

​​​​​​​2. Mapeie todo o fluxo de trabalho

Que tal mapear toda a rotina do seu restaurante? Por meio dessa atividade, você entende, detalhadamente, todos os desafios que surgem ao longo do expediente e aprende a solucioná-los antes mesmo de acontecer.

Sem falar que você consegue organizar a rotina, antecipar as demandas e obter um relacionamento mais qualitativo com os fornecedores e clientes, consequentemente.

Isso agrega à montagem de uma logística imune a riscos e imprevistos e facilita, inclusive, na capacitação dos seus colaboradores, que vão se alinhar rapidamente à rotina do seu restaurante.

​​​​​​​3. Planeje um cardápio diferenciado

Convém lembrar que a gestão do restaurante deve considerar, primordialmente, a composição de um cardápio que interesse ao seu público-alvo e, ainda, diferencie-se da sua concorrência.

Por isso, pesquise todo o seu setor de atuação e aprenda a diagnosticar, continuamente, carências e oportunidades no seu ramo. Isso faz com que o seu restaurante permaneça como um oásis no deserto, por assim dizer, já que se destaca em um setor de alta competitividade e poucas distinções.

​​​​​​​4. Organize a saúde financeira do restaurante

Saindo da cozinha, na direção do seu escritório, lembre-se que a sua gestão vai passar, impreterivelmente, por horas e mais horas analisando relatórios, despesas, receitas e gráficos para que a sua empresa não entre no “vermelho” e possa gerar lucros contínuos.

Para tanto, procure aperfeiçoar-se em gestão financeira para que nenhum investimento seja feito com base em palpites, mas em certezas, e para que você não gaste mais do que arrecada mensalmente. Algumas dicas:

  • tenha um fluxo de caixa;
  • monte um planejamento financeiro;
  • nunca use a sua conta pessoal para administrar o seu negócio;
  • tenha objetivos em curto, médio e longo prazos.

Assim, sua gestão passa a se proteger contra riscos e imprevistos, e a tomada de decisão ganha mais precisão e assertividade.

Quer, agora, dar um passo certeiro na qualificação da gestão do seu restaurante? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais e aproveite para marcar os seus funcionários! Assim, todos vão ficar na mesma página antes mesmo da implementação do seu projeto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *